Domingo, 15 de Abril de 2007

Rapidinhas

( plano Socrates Anti-Obesidade: Fominha! )

Obesos portugueses custam 500 milhões a si próprios e ao Estado. O Governo prepara-se para lançar um plano de prevenção e combate à obesidade, mas, como se vê, nem só de saúde se trata. (in DN )

Agora tudo tem lógica! Agora percebo esta politíca do governo! Se houver miséria e pobreza é para o nosso bem! Pobretes, mas alegretes ( e sem obesidade! )...

 

O Governo aprovou, esta quinta-feira, na generalidade, uma proposta que altera o estatuto do aluno dos ensinos Básico e Secundário, que visa reforçar a autoridade disciplinar dos professores e das direcções de escolas e envolver mais os pais nos assuntos escolares.

 (...) exige um maior envolvimento dos pais na assiduidade e permite que os alunos façam um exame para não chumbarem de faltas.

 

Depois andei aí pelos blogs a apalpar o pulso a esta questão e deparei logo com este comentário num blog:

 

"De JN a 13 de Abril de 2007 às 10:12
O que que pretendem? que os EE paguem multas? deve ser...é para combater o deficit.
O combate ao absentismo combate-se cativando. Porque é que os garotos faltam? porque para eles ir à escola é uma seca. É esta vertente que se terá de inverter.Como? não sei, mas tambem não sou ministro!"
 
Pagar? Não seria má ideia, caro amigo! È uma vergonha o que se gasta devido ao vandalismo nas escolas! Se houvessem multas para os EE, acrescidas ao valor do material estragado, talvez estes dedicassem mais tempo a educar os filhos. Até porque quando o menino X estraga material lá na escola, somos nós todos quem paga!
 

Cativando? Ainda vai chegar o dia em que lhes vamos pedir por favor ou pagar para irem à escola! Lá fora já se reconsidera estas teorias educativas do "professor compincha", do "facilitismo", ets... Mas por cá ainda vigora... É verdade que tem de haver motivação e que as escolas não podem ser quartéis militares, mas quando se chega ao cúmulo de se banir dos planos educativos palavras como APRENDER, algo vai muito mal - e os resultados estão à vista! Nem 8 nem 80! E o problema é esse! Passou-se do 80 para o 8... Dantes os professores davam umas botefatas nos alunos, o que estava errado, agora são os alunos que batem nos professores, o que também está errado e só demonstra o que se tem falhado em Portugal em termos de Educação. As escolas não são passatempo, nem o lugar onde os pais despejam os filhos, as escolas são lugares de EDUCAÇÃO!

 

A escola é uma seca? Agora?! Com meios informáticos, motivações e toda uma panóplia de materiais e estratégias?  O que seria então no meu tempo ou no tempo dos meus pais?! Para os miudos a escola será sempre uma seca!! Para uns mais do que outros, é certo... Mas é assim! O estudo tem de ser uma seca! No meu tempo também preferia estar a jogar à bola do que estar na sala de aulas, mas... Que remédio! Tinha de lá estar e pensar na bola depois! Como poderá não ser uma seca? Ponham os miudos o dia todo a jogar à bola, a jogar computador ou coisa do género... Assim teremos miudos felizes e, no futuro, uma geração de... perfeitos ignorantes!

 

 

( já nos faltou mais, já...)

500 mil árvores vão abaixo!

A “gravidade da situação” obriga a autoridade das florestas a rever o plano de combate do verme nemátodo que provoca a morte súbita dos pinheiros bravos. O rápido alastrar do verme já levou a Direcção-Geral dos Recursos Florestais (DGRF) a expandir, em apenas nove meses, a instalação do cordão sanitário. O corte de árvores é agora, também, obrigatório na margem norte do Tejo.
500000!!! Mais um duro golpe para a nossa floresta!

O Estado atribui entre quatro a dez euros por árvore, de acordo com a sua dimensão. Os produtores florestais garantem que o preço de mercado é superior a 50 euros.

Claro, neste país nunca se respeitou a propriedade e os bens privados... A menos que sejam de uma amigalhaço!...

A praga do nemátodo existe há vários anos na América do Norte e Extremo Oriente. Na Europa, Portugal foi o primeiro país atingido. O verme terá chegado em contentores a Setúbal. Primeiras árvores doentes foram observadas em Pegões. A falta de uma decisão que ordenasse o abate total na zona da Marateca levou a que a praga em oito anos apanhasse todo o distrito de Setúbal. Medidas adoptadas para impedir a circulação da madeira não foram suficientes. (in CM )

Aqui também não há novidades: falta de decisão, lentidão, falta de controlo, etc, etc... OK! Estamos em Portugal!

 

publicado por sá morais às 15:59
link do post | comente aqui! | favorito
|

IdeiasFixas

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
31


conversa recente

Retratos ( reais ) de Vis...

A "outra" verdade sobre V...

Viseu: qualidade de vida ...

Viseu: Qualidade de Vida ...

A verem-se gregos, não pa...

OPORTUNIDADE!

Goor - A Crónica de Feagl...

Goor - A Crónica de Feagl...

Natal 2011 - Regresso dos...

Regresso dos Deuses - Reb...

Ficheiros

Dezembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Agosto 2013

Janeiro 2013

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

Amigos e Conhecidos

eXTReMe Tracker
We talk about everything! Visit us! Falamos de tudo um pouco! Visite-nos
Blog directory
Blog Directory & Search engine
Estou no Blog.com.pt
Blogalaxia

adopt your own virtual pet!

subscrever feeds