Domingo, 15 de Junho de 2008

Podemos todos ser extraterrestres...

We may all be aliens, it seems.

Some of the building blocks of life on Earth came from space, according to a new study of molecules in meteorite fragments.

The study confirmed that some of the raw material for DNA and RNA found in a meteorite did not contaminate the rock after it landed on Earth, but actually originated in space.

The materials in question are the molecules uracil and xanthine, which are precursors to the compounds that make up DNA and RNA, and are known as nucleobases.

"We believe early life may have adopted nucleobases from meteoritic fragments for use in genetic coding which enabled them to pass on their successful features to subsequent generations," said the study's lead author, Zita Martins, a researcher in the Department of Earth Science and Engineering at Imperial College London.

Martins and her colleagues detailed their findings in the June 15 issue of the journal Earth and Planetary Science Letters.

The team discovered the molecules in rock fragments of the Murchison meteorite, which crashed in Australia in 1969. The scientists analyzed the genetic building blocks and found that they contain a heavy form of carbon which could only have been formed in space. Materials formed on Earth are made of a lighter type of carbon.

The two molecules in this study are only a few of the organic molecules that have been detected in the famous Murchison meteorite, said David Deamer, a chemist at the University of California, Santa Cruz.

"There are about 70 different amino acids in the Murchison meteorite," Deamer told SPACE.com. "About six or so are the same kinds of amino acids associated with life on Earth."

Uracil is one of the four base molecules of RNA, so is vital for life.

Just because the molecules found on this meteorite and others came from space, doesn't mean the same compounds weren't also independently synthesized on Earth, Deamer pointed out. Scientists are unsure how many of the building blocks of life on Earth originated on this planet, and how many came from beyond.

"We don't know the answer yet," he said. "Most people would say that both contributed to the organic compounds available on Earth, but we don't know with certainty how much of one compared to the other."

Many space rocks similar to the Murchison meteorite rained down on Earth between 3.8 and 4.5 billion years ago, when primitive life was forming. The heavy bombardment would have dropped large amounts of meteorite material to the surface on planets such as Earth and Mars.

Martins and her colleagues say their discovery may help shed light on how life first evolved in our solar system.

"Because meteorites represent leftover materials from the formation of the solar system, the key components for life — including nucleobases — could be widespread in the cosmos," said co-author Mark Sephton, a professor of Earth science and engineering at Imperial College London. "As more and more of life's raw materials are discovered in objects from space, the possibility of life springing forth wherever the right chemistry is present becomes more likely."

© 2007 Space.com. All rights reserved. More from Space.com.

 

Uma teoria que já conhecia e que me agrada, mas que lança novas perguntas.

publicado por sá morais às 12:50
link | comente aqui! | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 14 de Junho de 2008

Ai Portugal, Portugal... Sempre igual...

"Um povo imbecilizado e resignado,
humilde e macambúzio,
fatalista e sonâmbulo,
burro de carga,
besta de nora,
aguentando pauladas,
sacos de vergonhas,
feixes de misérias,
sem uma rebelião,
um mostrar de dentes,
a energia dum coice,
pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas;
um povo em catalepsia ambulante,
não se lembrando nem donde vem,
nem onde está, nem para onde vai;
um povo, enfim, que eu adoro,
porque sofre e é bom,
e guarda ainda na noite
da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional,
reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta.
Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta até à medula,
não discriminando já o bem do mal,
sem palavras, sem vergonha, sem carácter,
havendo homens que, honrados na vida íntima,
descambam na vida pública em pantomineiros e sevandijas,
capazes de toda a veniaga e toda a infâmia,
da mentira à falsificação,
da violência ao roubo,
donde provém que na política portuguesa sucedam,
entre a indiferença geral, escândalos monstruosos,
absolutamente inverosímeis (...)
Um poder legislativo,
esfregão de cozinha do executivo;
este, criado de quarto do moderador;
e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do País.
A justiça ao arbítrio da Política,
torcendo-lhe a vara ao ponto de fazer dela saca-rolhas;
partidos sem ideias, sem planos, sem convicções, incapazes,
vivendo do mesmo utilitarismo céptico e pervertido,
análogos nas palavras, idênticos nos actos,
iguais um ao outro como duas metades do mesmo zero,
e não se malgando e fundindo, apesar disso
pela razão que alguém deu no Parlamento,
de não caberem todos duma vez na mesma sala de jantar."


Abílio Manuel Guerra Junqueiro (1850 – 1923)
 

in PauloFaria

tags:
publicado por sá morais às 22:30
link | comente aqui! | favorito

Coisas Fantásticas!

Arkhangelsk, Rússia. Tem 13 andares e nem sequer tem um único prego

Fotos: novate.ru

 

 

publicado por sá morais às 12:43
link | comente aqui! | favorito
Sexta-feira, 13 de Junho de 2008

Obrigado Holanda!

Thank you Netherlands!

 

publicado por sá morais às 22:51
link | comente aqui! | favorito
Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

CRONICAE PORTUGALORUM ( et mundorum )

 

"Bush recusa combate às alterações climáticas." Assim se percebe que quem nasce estúpido e gosta de o ser ( só os humoristas lhe agradecem, pelo muito material fornecido... ), dificilmente será algo diferente... Ficamos à espera de melhor. Não será muito difícil...

 

Enquanto que por toda a Europa vão eclodindo manifestações e outras demonstrações contra o aumento do custo de vida ( último exemplo vindo da Bélgica ), os portugueses... aproveitam o fim-de-semana prolongado para irem ao Algarve. Crise? Qual crise? Isso é lá nos países ricos... É gozar até rebentar!

Vi que a GALP levou os "famosos" ao Europeu... Aquelas tias e titios, gente que não faz nada na vida, nem nunca contribuiu para o bem da sociedade... Como são pobrezinhos, a caridosa GALP decidiu pagar-lhe a factura, enquanto chula o povo diariamente! Que pena que este povo seja tão cego e totó...

 

 

publicado por sá morais às 22:34
link | comente aqui! | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 10 de Junho de 2008

Portal UFO - Brasil

A profundidade e diversidade da rica casuística portuguesa na visão da entidade de pesquisas mais ativa do país

Foto ilustra montagem de UFOs em Portugal
Em Portugal, a adopção do termo disco voador por parte da imprensa e da população em geral, para descrever fenómenos aéreos não identificados que começaram a ser relatados no meio do século passado, teve origem na expressão flying saucer, criada pela média norte-americana após o avistamento do piloto Kenneth Arnold, em Junho de 1947. À medida que surgiam mais relatos na imprensa portuguesa, descrevendo manifestações aéreas inusitadas e com formas e características variadas, o uso do acrônimo OVNI, de objecto voador não identificado – tradução direta do termo unidentified flying object – tornou-se necessário. Hoje em dia, o termo OVNI é o mais utilizado pela população do país para descrever o fenômeno ufológico, estando, no entanto, muito associado à hipótese extraterrestre. Existe, contudo, outra denominação que começa a ganhar alguma notoriedade no país, a sigla FANI, de fenómeno aéreo não identificado, cuja utilidade reside na constatação de que uma grande percentagem dos avistamentos não corresponde exactamente àquilo que poderia ser designado como um objecto.

É possível encontrar relatos de OVNIs na própria história da formação de Portugal. No país, a observação de fenómenos aéreos de difícil identificação remonta a épocas muito anteriores ao século XX. No entanto, é de se salientar que, durante muitos séculos, a maior parte dessas ocorrências foi interpretada e vivenciada como manifestações religiosas. Podemos então identificar dois tipos de observações: aquelas que remetem desde logo para a religião e aquelas que, desde o primeiro momento, se viram sempre envoltas em dúvida e mistério. Do primeiro tipo, as de interpretação religiosa, geralmente designadas como aparições, existem muitos casos conhecidos, sendo que alguns deles estão verdadeiramente entrelaçados com a história portuguesa. Um bom exemplo é a lenda que relata a aparição de Jesus Cristo a dom Afonso Henriques, que viria a ser o primeiro rei de Portugal, antes da Batalha de Ourique.

Essa importante batalha, ocorrida em 25 de Julho de 1139, foi determinante para a instauração do reino português. Dela, cinco reis mouros saíram derrotados. O feito adquiriu tal importância no contexto internacional da época que, a partir daquela data, dom Henriques passou a utilizar o título de rei – da expressão rex – e o reino português passou a ser ainda mais reconhecido no mundo. A descrição da aparição, chamada de Milagre de Ourique, surge na obra Anais de Santa Cruz de Coimbra. Segundo estes documentos, Jesus Cristo teria aparecido ao monarca no céu dentro de um raio luminoso, rodeado de anjos, a incitar à vitória sobre os muçulmanos. Como esta, outras aparições marcaram a história e o destino de Portugal durante os subsequentes séculos até o XX.

Um caso que é hoje utilizado como referência por parte da Ovnilogia moderna [Ufologia moderna] como exemplo de OVNI em formato de cruz ocorreu em 1513, no Mar Vermelho. Não existe certeza quanto à data, mas se crê ter sido no mês de Abril que dom Afonso de Albuquerque, segundo vice-rei da Índia portuguesa, avistou no céu uma cruz vermelha e resplandecente. Comandava uma frota de naus e viu o fenómeno na direcção do poente. A ele se sobrepôs uma nuvem que acabou por se dividir sem interferir com a cruz ou reduzir sua luminosidade. O fato foi interpretado como sinal divino, redentor e encorajador, uma vez que a navegação estava difícil na época. O fato se encontra relatado na primeira pessoa pelo próprio dom Albuquerque, em carta enviada ao rei, dom Manuel I, em Dezembro daquele ano. Posteriormente, foi descrito pelo historiador João de Barros.

Fenómenos na Antiguidade Existem ainda outros casos que foram incluídos na categoria de fenómenos aéreos não explicados por não serem imediatamente associados à religiosidade. Um exemplo consiste na observação de um notável fenómeno nos céus de Castelo de Vide, no Alentejo, em 1726. Conforme descrito na Gazeta de Lisboa, de 07 de novembro daquele ano, o fenómeno ocuparia uma considerável área do céu, em formato de serra de cor vermelha. O artigo refere ainda ao tamanho estimado de quatro léguas, cuja largura corresponderia a um terço do comprimento. Das descrições, consta ainda a referência a raios de luz provenientes do objecto, que iam perdendo e recuperando a cor. O fenómeno durou horas, sendo que, após um acréscimo de intensidade luminosa, esta foi diminuindo até que todo o fenómeno desapareceu por completo quando a noite já ia alta. O mesmo jornal, que era um veículo de referência na época, informou ainda que, dias antes, algo idêntico teria sido observado mais ao sul. Também é bastante conhecido na Ovnilogia Portuguesa que o grande terramoto de 01 de novembro de 1755 foi precedido pela observação de diversos globos de luz intensa sobre vários pontos do país.

 
Um dos mais interessantes casos portugueses, este avistamento ocorrido na localidade de Alfena, em setembro de 1990, foi registrado em foto. O objeto foi descrito como tendo aspecto metálico. No detalhe, um artefato voador não identificado esférico registrado em 1947

 
A tragédia destruiu 85% das construções de Lisboa e é considerada responsável pela morte de 90 mil lisboetas. Todavia, muito provavelmente, tal luminosidade é o que a ciência denomina “luzes de terramoto”, um fenómeno de origem natural, ainda que controvertida, que ocorreria durante o cataclismo. A primeira observação deu-se em 15 de outubro, quando foram vistos, por várias vezes, globos voadores imensamente iluminados. Outras observações ocorreram em 08 de novembro, em que apareceram três “luas” sobre a cidade de Viseu, entre 14h00 e 15h00. Estas ocorrências encontram-se registadas nas gazetas da época e são passíveis de consultas no arquivo geral da Torre do Tombo, que conta já com 600 anos de existência [A Torre do Tombo é o repositório da história portuguesa, como o Arquivo Nacional é da história brasileira].

Importante contribuição dos pioneiros — Tais relatos começaram a ser encarados como potenciais OVNIs somente no século XX. Esse próprio século encontra-se recheado de avistamentos ocorridos tanto em Portugal continental como na suas ilhas, sendo que, com o advento da Ovnilogia como área multidisciplinar, muitos deles foram de imediato averiguados e outros só mais tarde foram resgatados por investigadores interessados. Os portugueses, ao longo das últimas décadas, não só acompanharam o que se passava no exterior, através dos meios de comunicação social, como vivenciaram fenómenos em seu próprio território.

O país reflecte algumas das muitas observações de OVNIs de âmbito internacional, sendo esta correlação mais notória durante a década de 50. Apesar de ter sido comum na imprensa portuguesa, durante a época da ditadura, notícias sobre a observação de discos voadores, não houve organização de grupos civis de investigação. Há, no entanto, algumas personalidades interessadas que divulgaram o tema, das quais podemos destacar o jornalista Hugo Rocha, autor dos primeiros livros portugueses sobre OVNIs, e também Sánchez Bueno, com várias obras sobre o assunto. Bueno compilou tal número de notícias sobre avistamentos que, mais tarde, já nos anos 70, fundou o Centro de Estudos Cosmológicos e Parapsicológicos (CECOP), em Lisboa. Contudo, o cenário alterou-se completamente depois da Revolução dos Cravos, em abril de 1974, e do regresso da democracia, crescendo o interesse por novas ideias e assuntos tabus, entre os quais estavam os OVNIs.

Apesar de ter sido formado em 1973, ainda no período pré-democrático, o Centro de Estudos Astronómicos e de Fenómenos Insólitos (CEAFI) é uma das mais importantes associações da história ovnilogia portuguesa. A entidade cresceu, em conjunto com outros grupos, na segunda metade dos anos 70, verdadeira época de ouro da Ovnilogia Portuguesa, quando existia não só maior número de grupos de investigação como publicações sobre a temática.

Leia esta matéria na íntegra adquirindo a Revista UFO 142 nas bancas.
 
Autor: Equipe SPO
Fonte: UFO 142
Crédito da foto: Giuseppe Colinni e Jim Nichols

publicado por sá morais às 23:59
link | comente aqui! | ver comentários (6) | favorito

Dia de Portugal e dos Portugueses!

publicado por sá morais às 22:26
link | comente aqui! | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 8 de Junho de 2008

CRONICAE PORTUGALORUM

 

 

Em Portugal somos especialistas em conseguir desenrascar algo que não poderiamos conseguir de um modo... regular. Assim acontece com os papa-reformas. Vejamos: existia um bom número de pessoas que não tinham / não iriam conseguir as habilitações necessárias para conduzir um veiculo automóvel "normal". Surgiram então estas "coisas" motorizadas, que permitem expandir a imcompetência muito para além da "encartada"! Hoje apanhei um (outro ) a uns 20km/h e a soltar uma fumarada terrível. Os condutores iam arriscando ultrapassagem àquela "marmita" motorizada, enquanto se gerava uma fila bastante longa. Estas coisas não serão um perigo para a circulação? 

 

 

 

«O Tribunal de Contas detectou mais de 800 milhões de euros em despesas públicas ilegais desde o Estado, Regiões Autónomas, às câmaras municipais passando pelas empresas públicas. Teixeira dos Santos comentou: "Tratando-se de um número que impressiona, temos de ter uma visão relativa do que ele representa - 1,1 por cento da despesa total da administração pública".»

È bem feita! Para o povo português é bem feita! Os tipos roubam e ainda gozam com as nossas caras, mas é bem feita. Cada povo tem o que merece e nós temos trampa até ao pescoço e uns ladrões lá por cima. Se fossemos um povo decente, noticias como esta seriam suficientes para nos unirmos! Mas se nem um boicote a uma gosolineira conseguimos fazer... 800 MILHÕES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

 

publicado por sá morais às 21:58
link | comente aqui! | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Crop Circles

De certa maneira, os famosos Crop Circles deixaram de ser motivo de especulação quando surgiram grupos de individuos que afirmavam serem eles os autores das anomalias. E em Agosto de 2004 o National Geographic contactou John Lundberg, Rod Dickinson e Wil Russell para que estes demonstrassem à luz do dia como se fazia um Crop Circle. Estes foram os seus planos:

 

Esta foi uma das ferramentas usadas, uma espécie de régua de madeira:

 

Este foi o resultado conseguido após cinco horas de trabalho:

 

 

Conclusões:

  • Ficou provado que podem ser feitos Crop Circles, utilizando cálculos matemáticos e ferramentas simples.
  • É óbvio que existe uma grande percentagem de Crop Circles feitos pelo Homem. Vejam-se casos famosos como o Pac-Man e os do Greenpeace. Em 2000 um estudo concluiu que 80% dos Crop Circles do UK eram feitos pelo Homem.
  • No entanto, este Crop Circle demorou cinco horas a ser feito à luz do dia. Quanto tempo demoraria a ser feito durante a noite? Quanto tempo demoraria a ser feito o Crop Circle da imagem que se segue?

 

  • Também reparei que alguns Crop Circles surgiram perto de habitações. Ninguém daria conta? Não haveriam cães a ladrar? Agricultores de arma na mão?
  • O mais antigo relato de Crop Circles data de 1678.

 

  • Em 1880 houve uma investigação dos Crop Circles, levada a cabo por um cientista amador Rand Capron, que as atribuiu a causas meterológicas. Havia uma clara descrição dos padrões.

Ficando claro que muitos dos Crop Circles são produto de brincalhões ( hoaxers ), resta uma pequena percentagem que continua sem explicação. E que caracteristicas têm estes Crop Circles que permanecem um mistério?

 

 

1- Elongated apical plant stem nodes

 

2- Expulsion cavities in the plant stems

 

3-The presence of 10-50 micrometer diameter magnetized iron spheres in the soils, distributed linearly

Estas são características tecnológicamente dificeis ou mesmo impossíveis de reproduzir. O ponto 2, por exempo, implica que as plantas sejam  aquecidas por micro-ondas. Os hoaxers conseguiram reproduzir este fenómeno, mas falaharam ao tentar o terceiro. De qualquer das maneiras, julgo que não haveria tempo para acrescentar tais pormenores ao Crop Circle, tal como ficou demonstrado no documentário do Nat. Geo.

 

Mas não é tudo... Os estudiosos relatam ainda os seguintes fenómenos:

 

1- Efeitos  ( falhas ) em equipamento electrónico - relógios, telemóveis, etc. O que só poderá ser explicado por fortes campos electromagnéticos. Medições de 40-50 nano Teslas, dez vezes superiores ao nível de um campo normal.

 

2 - Um estudo ( dos fisícos nucleares Michael Chorost e Marshall Dudley ) demostrou que o solo em Crop Circles "genúinos"  continham quatro isotopos radioactivos  - vanadium, europium, tellurium e ytterbium. E não é tudo: "Tests conducted on soil from the Beckhampton July 31 formation yielded alpha emissions 198% above control samples, beta emissions 48% above, both of which seemed 'strikingly elevated,' since they were two to three times as radioactive as soil from outside the formation." Analyzed DNA samples from plants in another circle were found to be considerably more degraded than that of surrounding plants."

 

Para mim, continua a haver algo por explicar...

 

Também não deixa de ser estranho que os próprios Circlemakers tenham relatado algumas anomalias:

 


Amber Gambler

Whilst making what was at the time the most ambitious crop circle ever attempted Julian Richardson and his team were witness to a strange orange ball of light.

 

 

 

 

 


Aerial Anomaly (1)

Rod Dickinson describes how he inadvertently photographed a small white disk in 1991. The negatives were subsequently analysed by Ufologist Andy Collins.

 

 

 

 

 

 

 

Chibolton sighting

These photographs were taken on April 26th 1996 by Rod Dickinson at Chibolton Observatory after he was instructed to go there.

 

 

 

 

 

 


Aerial Anomaly (2)

One of four photographic anomalies photographed by Rod Dickinson at a crop circle site in Dorchester, Dorset in 1993.

 

 

 

 

Alien Lightforms

 

John Lundberg recalls several anomalies he and others witnessed whilst out making circles in Wiltshire.

 

 

 

 

 

Leia os artigos completos aqui - CIRCLEMAKERS

 

 

publicado por sá morais às 14:42
link | comente aqui! | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Obrigado a todos os fura-boicote

Obrigado a todos os fura-boicote! É graças a vocês que o país é a merda que se vê, é graças a vocês que o país nunca sairá da cauda da Europa. Obrigado pelo vosso comodismo, ignorância, subserviência, falta de amor-próprio e completa falta de consciência! Graças a vocês haverá que se rirá sempre na cara do manso povo português! Bando de chorões, que só sabem chorar e que depois não mexem uma palha! Vão lá ver o Euro2008 e vibrar, sofrer, berrar... Isso é que interessa a Portugal! Só prestam para isso e para baixar as calças!  Como disse Almada Negreiros:

 

 "O Povo perfeito será aquele que tiver reunido no seu máximo todas as qualidades e todos os defeitos. Coragem, portugueses, só vos faltam as qualidades."

publicado por sá morais às 11:36
link | comente aqui! | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

CRONICAE PORTUGALORUM

 

Em períodos problemáticos, a malta tende a procurar diversão, seja voluntária ou involuntariamente. Não acreditam?  Perguntem a qualquer bom imperador romano... E nada melhor que uma boa diversão... perdão, distracção, quando o país está num estado comparável a um balde de fezes. A selecção é a nossa distracção! Não me interpretem mal... Eu gosto de futebol. O que não gosto é do circo mediático que transforma em notícia qualquer flatulência emanada de um grupo de rapazes que tem a sorte de saber dar uns pontapés numa bola. Do que não gosto é de ver tanta parolice subserviente, pois isso relembra-me o que é afinal este país na realidade. E os media adoram a parolice! Gostam de destacá-la, de exacerbá-la, como se já não bastasse o nível real... E a malta vai salivando boçalmente, enquanto vê os seus heróis rirem e brincarem, pois a rir e a brincar avança este país... Os "campeões" foram comparados a Viriato ( julgo que os actuais portugueses todos juntos não fazem um Viriato, mas a culpa não é só nossa ) e em breve terão de mostrar como vai ser. Sinceramente, julgo que não vai ser grande coisa. Muito mimo e pouca garra daquela antiga que, pelo menos, fazia os adversários temerem-nos por saberem que tínhamos tipos que esmurravam árbitros e seleccionadores. Agora, nem isso...

 

 

 

E depois, claro, temos o Rock in Rio... e tristezas como a mocinha da foto! Andava eu a fazer zapping, quando vi o concerto (??) desta Amy Winehouse ( Amy Seca-Adegas, numa tradução muito livre... ). A moça estava com uma enorme "moca" e limitava-se a grunhir, enquanto se agarrava à saia de um modo muito... frenético. Isto sim são ídolos! E a malta aplaudia e vibrava! Afinal, a moça representa os valores de uma nova geração e é autêntica! Quanto será que lhe pagaram? Conheço dois ou três bêbados que fariam igual figura por muito menos dinheiro! Mas esses, claro, são uns bêbados de tasca, uns pobretanas que não interessam a ninguém e a Amy é uma vedeta!

Estou a ficar velho... Graças a Deus!!!

publicado por sá morais às 23:04
link | comente aqui! | ver comentários (3) | favorito

Shutter

 

Continuando no Terror, os criadores de The Ring e The Grudge (versões Americanas), trazem-nos outro remake, desta vez de um dos filmes de Terror favoritos d'ohomem-película, na sua versão Tailandesa original

Escrito por Luke Dawson e realizado por Masayuki Ochiai, este trabalho é distribuído pela 20th Century Fox e conta com a participação de Joshua Jackson, a belíssima Rachael Taylor (podem lembrar-se dela em Transformers), Megumi Okina e John Hensley, já com estreia marcada para 21 de Março de 2008 nos E.U.A..

A sinopse, propositadamente, não diz muito, mas aqui fica...

 

Sinopse Um casal em lua de mel descobre misteriosas manchas escuras em suas fotos, o que pode estar relacionado a um acidente no qual se envolveram. 

 

in Henrique d'Aguiar

 

publicado por sá morais às 16:33
link | comente aqui! | favorito

Ai Portugal, Portugal...

 

 

- O primeiro-ministro diz que o serviço de saúde com as medidas tomadas está mais prático e eficiente, não há registo de na última década alguém ter visto, ministro, esposa ou enteados nos SAP´s.
 
 

 

- Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos pões a trabalhar contigo num oficio respeitável, é exploração do trabalho infantil, se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe.

 

 

- Militares que combateram em África a mando do governo da época não lhes é reconhecido nenhuma causa nem direito de guerra, o primeiro-ministro elogia as tropas que estão em defesa da pátria no KOSOSO, AFEGANISTÃO E IRAQUE.

 

 

- O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga ISP (Imposto sobre produtos petrolíferos).

 

 

-O IVA de um preservativo é 5%. O IVA de uma cadeirinha de automóvel, obrigatória para quem tem filhos até aos 12 anos, assim como o das fraldas descartáveis, é 21%.

- Começas a descontar em Janeiro o IRS e só vais receber o excesso em Agosto do ano que vem, não pagas as finanças a tempo e horas passado um dia já estas a pagar juros.

 

- Fechas a janela da tua varanda e estas a fazer uma obra ilegal, constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.

Retirado do blog Democracia em Portugal 

- Uma família a quem uma casa ruiu e não tem dinheiro para comprar outra o estado não tem dinheiro para fazer uma nova, tem de viver conforme podem, 6 presos que mataram e violaram idosos numa sela de 4 e sem wc privado, não estão a viver condignamente e associação de direitos humanos faz queixa ao tribunal europeu.

- Um jovem de 14 mata um adulto, não tem idade para ir a tribunal, um jovem de 15 leva um chapada do pai, por ter roubado dinheiro para droga é violência doméstica.

 

publicado por sá morais às 10:18
link | comente aqui! | favorito
Domingo, 1 de Junho de 2008

Dia das Crianças!

 

Hoje comemora-se o Dia da Criança em todo o mundo mas, infelizmente, este ainda não é um mundo acolhedor para muitas delas. Quando, em todo o lado, deixará de haver um dia e passarão a haver 365 para cada uma?...

publicado por sá morais às 22:19
link | comente aqui! | ver comentários (2) | favorito

IdeiasFixas

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
31


conversa recente

Retratos ( reais ) de Vis...

A "outra" verdade sobre V...

Viseu: qualidade de vida ...

Viseu: Qualidade de Vida ...

A verem-se gregos, não pa...

OPORTUNIDADE!

Goor - A Crónica de Feagl...

Goor - A Crónica de Feagl...

Natal 2011 - Regresso dos...

Regresso dos Deuses - Reb...

Ficheiros

Dezembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Agosto 2013

Janeiro 2013

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

Amigos e Conhecidos

subscrever feeds