Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

Circo Chen Apresenta: Educação Nacional!

in Democracia em Portugal

 

Quando não houverem chumbos no 9º ano de escolaridade, tal como a ministra da educação pretende, isso só poderá significar que o já moribundo sistema de ensino português se tornou totalmente injusto, imoral e vazio de qualquer sentido.

 

publicado por sá morais às 16:14
link do post | comente aqui! | favorito
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Linguagem de SMS e Messenger 'contamina' testes e trabalhos escolares e coloca em risco a Língua

Lisboa, 30 Jul (Lusa) - A linguagem utilizada nas mensagens de telemóvel e nos programas de comunicação instantânea, como o Messenger, tem vindo a ser transportada pelos mais jovens para o contexto escolar, surgindo nos trabalhos e até nos testes.

"É certo que a língua não é homogénea e que os jovens utilizam abreviaturas e um estilo coloquial quando enviam SMS ou estão no Messenger mas, na comunicação escrita formal, devem seguir a ortografia em vigor", defende João Malaca Casteleiro, Professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa para quem "estes dois planos não podem ser confundidos".

Todavia, a realidade é distinta - os estudantes nem sempre estabelecem uma fronteira entre as formas de comunicação informal e a grafia a utilizar na sala de aula.

 

"Esta nova linguagem não tem regras, pois os adolescentes tanto usam o 'x' para substituir 'ss', 'ch' e 'os' como no lugar do 'ç', havendo palavras que ficam bastante diferentes das originais, como 'tamx' (estamos) ou 'kuraxao' (coração)", contou Rosário Antunes, professora de Português.

Preocupada com o futuro da Língua Portuguesa, Rosário Antunes lamenta que os mais jovens estejam "a esquecer-se da pontuação, a escrever com maiúsculas indiscriminadamente, usando-as no meio e no fim das frases, e a abandonar cedilhas e acentos".

"Como não os utilizam nas mensagens de telemóvel, também não os põem quando escrevem à mão, pois deixaram de saber onde os colocar", revelou à Lusa

 

O desconhecimento da língua é tal que, quando o corrector ortográfico detecta um erro, os miúdos - em vez de verem o termo correcto sugerido - adicionam a palavra errada ao dicionário do computador por pensarem que este é que não a reconhece", contou.

As deficiências nesta área vão, porém, mais longe, "chegando ao ponto de muitos estudantes não conseguirem perceber que existem diferenças entre o Português de Portugal e o do Brasil".

E qual é a reacção dos alunos quando um professor faz a distinção entre a grafia certa e a errada, quando lhes explica que não é assim que se escreve determinada palavra?

Segundo a professora do Estabelecimento Vilamar, "a resposta é, invariavelmente, 'mas assim percebe-se na mesma o que queremos dizer'. Para eles, é apenas isso que importa".

 

 

 

Eu já tinha avisado para este perigo. A geração dos facilitismos e facilidades prepara-se para destruir um legado com centenas de anos. Mas a culpa não é só deles...

publicado por sá morais às 11:46
link do post | comente aqui! | favorito
Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Republica das Bananas - Vale tudo!

Será que basta acabar com as reprovações para elevar o desempenho médio dos alunos portugueses?A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, afirma que “há que substituir os chumbos por mais trabalho”. Até porque os 233 mil alunos que reprovam todos os anos custam ao Estado cerca de 700 milhões de euros. Um custo demasiado elevado  que representa quase dez vezes mais que o montante previsto para investimentos em todo o sistema educativo, em 2008. Quando se fala em diminuir as reprovações é inevitável que surja o fantasma do facilitismo. Chumbar não resolve nada, mas passar de ano sucessivamente sem dominar as competências básicas, resolverá? A pergunta de Nuno Crato, presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática refere o risco de baixar a fasquia para melhorar os indicadores, adiando sucessivamente o problema. Será esse o caminho que a ministra da Educação quer seguir?

Madalena Queirós in DE

Ainda bem que esta ministra não é responsável pela atribuição de brevet... 

publicado por sá morais às 11:36
link do post | comente aqui! | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 4 de Setembro de 2007

Ora Porra!

 

"A ministra da Educação alerta os professores e estudantes da vertente pedagógica a redireccionarem a vocação e a considerarem procurar emprego fora do sistema de ensino. Na última fase dos concursos ficaram de fora perto de 49 mil professores."

    Certamente todos nós já dissemos coisa óbvias, apenas para manter ou encetar um diálogo. Coisas como: Hoje está Sol, não está? Mas certas pessoas levam o óbvio ao nível da estupidez ou então pensam que os outros são estupidos...

    Maria de Lurdes Rodrigues deve julgar que "descobriu a pólvora" quando afirmou que os professores deverão considerar procurar emprego fora do ensino... Fantástico! Esta ministra é de facto muito arguta e sagaz! Ahahah! Descobriu aquilo que toda a gente já sabe à muitos anos! Srª. Ministra: as pessoas reais, que não são ministros, nem têm tachos politico, já deram conta destas coisas à muitos anos porque são a trampa da nossa realidade!!!

   Porque é que em vez de estar com estes disparates não encerrou os cursos de vertente pedagógica? E aqueles professores que acumulam funções e andam a roubar o lugar aos outros? Só agora é que deu conta?...

    E o ensino já não tem protagonismo no futuro? Portugal não precisará de Educação e educadores?

    Ora porra!

publicado por sá morais às 11:33
link do post | comente aqui! | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Komo gostu d ter uma educaxão axim!!!

 

Os critérios de avaliação das provas de aferição de Português do 4º e 6º anos não descontam erros ortográficos ou de construção de frases. Na primeira parte da prova o que importa é a interpretação e mesmo com erros a resposta pode ser considerada certa. Os professores estão indignados. As provas não contam para nota. Pretendem apenas aferir as competências básicas no fim do 4º e 6º anos, mas para alguns professores causa estranheza que os erros nas palavras, na construção das frases ou no uso das convenções não descontem na avaliação da primeira parte das provas de aferição.

Na primeira parte avalia-se a interpretação. Só na segunda, mais propriamente na composição, se dá valor à capacidade de escrita. Os professores sentem-se traídos na batalha contra as dificuldades na língua portuguesa. ( SIC )

Bem... As Provas não contam para nada?! Isso tem lógica, só para começar?Ah! Devem ser meros dados estatísticos... Pois... E essa primeira parte da prova, que é uma espécie de "vale tudo desde que se tenha percebido por alto o que se leu"... Vale erros, frases mal construídas, palavras inventadas, etc, etc... A resposta está certa! O que interessa é interpretar, o que eu interpreto por "perceber mais ou menos"... Bem, este também é o ensino do "mais ou menos" ( em que o que conta é não estragar as estatísticas ) e do facilitismo. Estes são sinais de que muita coisa está mal na nossa (des)educação...

publicado por sá morais às 20:08
link do post | comente aqui! | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 28 de Maio de 2006

Educação.

 

⇒ Já expressei a minha discordância sobre a proposta de os pais e encarregados de educação poderem vir a avaliar os professores. Só iria criar mais pressões sobre os professores, para além de os desautorizar e de lhes reduzir ainda mais a pouca autoridade que têm. Este é o caminho para a deseducação.

⇒ Já a ideia de os professores fazerem provas de conhecimentos gerais merece a minha total concordância.  Os professores não podem pensar que a experiência ou o canudo são tudo. É preciso que os professores conheçam o mundo e a sociedade onde se integram, que não se tornem surdos a novos conhecimentos e à actualização dos seus próprios conhecimentos e que não pensem que a cultura geral é um detalhe sem importância. O simples conhecimento livresco numa só área é insuficiente, tendo em conta a multidisciplinaridade e a polivalência que cada vez mais lhes é exigida. Este é o caminho da educação.

publicado por sá morais às 12:14
link do post | comente aqui! | ver comentários (1) | favorito

IdeiasFixas

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
31


conversa recente

Circo Chen Apresenta: Edu...

Linguagem de SMS e Messen...

Republica das Bananas - V...

Ora Porra!

Komo gostu d ter uma educ...

Educação.

Ficheiros

Dezembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Agosto 2013

Janeiro 2013

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

Amigos e Conhecidos

We talk about everything! Visit us! Falamos de tudo um pouco! Visite-nos
Blog directory
Blog Directory & Search engine
Estou no Blog.com.pt
Blogalaxia

adopt your own virtual pet!

subscrever feeds