Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

Grandes Máquinas - 1966 Shelby GT350 Mustang Fastback

 

 

 

 

 

A equipa do Shelby trabalhava numa pequena oficina em Venice, Califórnia. A Ford trouxe de navio Mustangs hatch brancos equipados com o motor V8 289 “Hi-Performance”, caixa de de quatro velocidades, discos frontais e tambores de freios e eixos traseiros do Ford Galaxie no lugar das peças Falcon mais leves do Mustang comum. A Shelby americana reforçou a estrutura, adicionou a suspensão, reformou a direção e colocou nas rodas de 38x15 cm pneus Goodyear Blue Dot de alta velocidade. Ela acrescentou 35 hp com um coletor de alumínio e um carburador maior, colado a exaustores duplos com saída lateral, e instalou um bloqueio de diferencial 4.11:1. Todos os carros tinham um capot de fibra de vidro com abertura e a maioria possuía faixas de corrida azuis a um custo adicional. Como não possuía assento traseiro, os Shelbys GT-350 podiam correr mais como carros esportivos que como sedans. Os modelos de competição “R” não possuíam acessórios internos e tinham a faixa em blueprinted do Cobra 289, saia frontal de fibra de vidro com dutos de refrigeração, vidros laterais em acrílico, tanque de combustível de 128 litros e rodas de magnésio 15x7.
 

Cotado em US$ 4.547, mil dólares abaixo de um Corvette, o Shelby GT-350 recebeu duras críticas, enquanto o modelo R de US$ 5.950 conseguiu lucrar na linha B de produção, conquistando o campeonato nacional de 1965 e quatro dos cinco títulos regionais. Os mesmos carros ganharam novamente em 1966 e 1967.

 

Os Shelbys GT-350 de 1966 tinham vidros laterais traseiros em acrílico, saídas de ar na carroceria e eventualmente eram oferecidos em mais cores. Eles tinham um assento traseiro, controle de suspensão e direcção e oferecia o bloqueio de diferencial como opcional - em conjunto com a transmissão automática. A Shelby ainda fabricou cerca de mil modelos GT-350H com faixa dourada para a frota da locadora de automóveis Hertz. Os Mustangs da Shelby cresceram progressivamente em ritmo mais lento após 1966, sendo então absorvidos na linha de produção regular da Ford, deixando as edições originais como exemplos de excepções à regra dos carros desportivos.

publicado por sá morais às 22:37
link do post | comente aqui! | favorito

IdeiasFixas

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
31


conversa recente

Grandes Máquinas - 1966 S...

Ficheiros

Dezembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Agosto 2013

Janeiro 2013

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

Amigos e Conhecidos

We talk about everything! Visit us! Falamos de tudo um pouco! Visite-nos
Blog directory
Blog Directory & Search engine
Estou no Blog.com.pt
Blogalaxia

adopt your own virtual pet!

subscrever feeds