Sábado, 19 de Janeiro de 2008

Sermões da Trafaria

 

 

Minhas queridas ovelhinhas!

Li ontem a seguinte notícia: "Ministro recusa ligação entre morte de bebé e fecho de urgências

«É uma situação que preocupa. Temos um sistema de vigilância que vai indagar e analisar as circunstâncias em que ocorreu a morte mas as informações que temos são que não há qualquer associação entre a situação reorganizativa nos serviços de saúde da Anadia e o óbito da criança», disse Correia de Campos, à margem da Cimeira Ibérica. O bebé, de três meses, morreu hoje no acesso ao Hospital da Anadia, dentro de uma ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). «Na Anadia as coisas estão a correr bem e é um dos sítios em que estão a correr melhor», enfatizou o ministro. As declarações do titular da pasta da Saúde ocorreram depois de o presidente da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) se ter pronunciado sobre o assunto, por indicação de Correia de Campos."

Sei que vocêsses também a leram, pois logo vos ouvi com impropérios, chamando o sr. ministro de granda filho da puta e de bandido, entre outras malandrices que não deveis dizer. Não ouvides o senhor dizer que tem um sistema de segurança? Não o ouvides garantir que não há associação entre a reorganizacoisa? Não ouvides o senhor ministro dizer que é um dos sitíos onde as coisas estão a correr bem? Claro que estão! Só morreu um filho de um de vocês, ovelhinhas! Se tivesse morrido um familiar do senhor ministro, isso sim seria grave, pois eles são pessoas abençoadas, que têm de viver bem para nos poderem governar, ovelhinhas! E ainda chamais o homem de nomes por dizer que está tudo bem quando morreu uma criança de 3 meses?! Aquele é um dos sitíos onde tudo está a correr melhor, ovelhinhas! Aqui na Trafaria é que tudo ia correndo mal, ovelhinhas! Então não é que o filho do Dr. Nogueira, que trabalha no Ministério das Finanças em Lisboa, o Toninho, a quem chamais em surdina de bêbado de merda e drogado de merda, ia enfiando o que vós chamais de cornos contra o muro do Aníbal, quando conduzia o seu Mercedes descapotável. O pobre moço ainda fez uns cortes na cara! Imaginem que ele se aleijava e que a ambulância estava ocupada por um de vocês a morrer, ovelhinhas, ou por um dos vossos filhos! Isso sim era grave, ovelhinhas! Ainda não sabeis o vosso lugar? Não sabeis o valor da vossa vida e dos vossos filhos. Tudo corre bem, ovelhinhas! Do melhor!...

Ó... ide para casa ver as vossas novelinhas e não vos preocupeis com isso. Nunca o haveis realmente feito, porque havereis de o fazer agora?

Ide em paz, manso rebanho...


publicado por sá morais às 08:25
link do post | comente aqui! | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Sermões da Trafaria

 

 

 

Irmões! Tenho ouvisto as vossas lamúrias ao longo de toda a semana...

Queixais-vos agora que o sr. engeneiro não faz o tal referendo? Minhas ovelhinhas lamuriosas!... Atentai bem no que dizeis! O senhor está apenas a ser coerente em tudo o que faz! Quereis agora milagres?! Como é linda a vossa inocência!... Será vosso um outro mundo... Afastai tais pensamentos, meu brando rebanho! Cuidai que a ignorância é uma dádiva de caridade para a tonta e indefesa ovelhinha que pasta em prados de lobos...

Queixais-vos que vão fechar as urgências da vila? Mas para que as quereis?! Não sabedes que se morre nos hospitais, sem atenção ou companhia? Morrede em casa, meus cordeirinhos! E ide logo de mansinho para a cova!  Se sois dóceis e mansinhos em vida, quereides ser importantes na hora da morte? Quereis incomodar com as vossas banais e vulgares moléstias as pessoas importantes, a quem vergais a mola e tirais o chapéu? Acaso pensais que essas pessoas não têm mais em que pensar? Pobres ovelhinhas... Trabalhai muito, pagai vossos impostos, morrei cedo e sem estrebunhar. Se sois bons e mansinhos em vivos, não queirais ser rebeldes na morte...

Queixais-vos de tanto politico corrupto, de tanto vigarista, incompetente, ladrão, que chegais mesmo a chamar de filhos de grandes putas?! Queixais-vos de eles viverem fartos e despreocupados, enquanto vós, minhas dóceis ovelhinhas, fornicais o lombo e a cabeça em troca de uns reles tostões?! Meus pobres filhinhos, que só usais o cajado para descansar as costas quando já sois velhinhos... Ó... ide para casa ver as vossas novelinhas e não vos preocupeis com isso. Nunca o haveis realmente feito, porque havereis de o fazer agora?

Ide em paz, manso rebanho...

 

 

O texto anterior é da inteira responsabilidade do Diácono da Trafaria.

publicado por sá morais às 11:37
link do post | comente aqui! | ver comentários (3) | favorito

IdeiasFixas

pesquisar

 

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
31


conversa recente

Sermões da Trafaria

Sermões da Trafaria

Ficheiros

Dezembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Agosto 2013

Janeiro 2013

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

Amigos e Conhecidos

subscrever feeds